Taxa de câmbio:

Tempo:

A China inaugurou uma ponte de vidro de 518 metros, que "racha" sob pegadas

A China inaugurou uma ponte de vidro de 518 metros, que "racha" sob pegadas

Um novo cartão postal surgiu na vila de Huaxi, no leste da China. Uma ponte de vidro de 518 metros. A galeria especular está localizada a uma altitude de mais de 100 metros, revela a TV BRICS, com informações da agência de notícias "Xinhua".

A principal peculiaridade desta ponte é que ela pode reproduzir um efeito especial: ao ficarem sobre a superfície de vidro, os turistas escutarão o estalo característico de um espelho se quebrando e verão as rachaduras se alastrar sob diferentes direções abaixo de seus pés.

O fato é que, a ponte foi feita com um vidro resistente com 35mm de largura, com capacidade de suportar um peso máximo de 4,7 toneladas. O que permite receber de uma só vez 2600 visitantes ao mesmo tempo.

A construção da ponte custou 80 milhões de yuans (em torno de U$ 12 milhões). A informação é de que a ponte foi aberta ao público em 5 de abril, de lá para cá algo como 50 mil pessoas já passaram por ela.

A vila de Huaxi está localizada a 130 km de Xangai. Também é conhecida como "a aldeia dos milionários", devido ao alto nível de desenvolvimento econômico e padrões de vida. Seus moradores vivem em mansões luxuosas, dirigem ótimos automóveis e acredita-se que possuam milhões em contas.

A razão de tal prosperidade é que todos os moradores são acionista da Huaxi Village Corporation. Eles recebem um quinto da renda de todas as empresas localizadas na aldeia. Atualmente, há mais de 80 fábricas metalúrgicas e têxteis!

Mais sobre o tema
Turistas jogam R$ 14 mil em moedas nas Cataratas do Iguaçu e causam risco ambiental ao parque
Sucuri de 5 metros é flagrada em rio após engolir uma capivara inteira
Florianópolis disputa prêmio de cidade mais admirada do mundo
Palmeiras plantadas na década de 1960 no Rio dão flores pela primeira vez
Brasil quer chegar a marca de 600 mil turistas chineses por ano
Ministério do Turismo oferece curso profissionalizante gratuito no Brasil
Mais