Taxa de câmbio:
RUB/BRL 0,0617
0,0000
INR/BRL 0,649
0,0000
ZAR/BRL 3,0211
0,0000
CNY/BRL 0,7429
0,0000
EGP/BRL 1,1371
0,0000
AED/BRL 1,4772
0,0000
USD/BRL 5,4251
0,0000
Tempo:
Moscou 22 °C
Brasília 21 °C
Nova Délhi 34 °C
Beijing 30 °C
Pretória 21 °C
Cairo 40 °C
Teerã 34 °C
Abu Dabi 42 °C
Menu
22 °C
Moscou
21 °C
Brasília
21 °C
Nova Délhi
30 °C
Beijing
21 °C
Pretória
40 °C
Cairo
34 °C
Teerã
42 °C
Abu Dabi
RUB/BRL
0,0617
0,0000
INR/BRL
0,649
0,0000
ZAR/BRL
3,0211
0,0000
CNY/BRL
0,7429
0,0000
EGP/BRL
1,1371
0,0000
AED/BRL
1,4772
0,0000
USD/BRL
5,4251
0,0000
TV BRICS Apps
Principal
Notícias
Vídeos
Menu
20.06.2411:00 Sociedade
Grande holding de comunicações Ugra adere, por meio da rede TV BRICS, à cooperação com meios de comunicações dos países do BRICS
19.06.2413:15 Sociedade
TV BRICS inicia cooperação com Vietnã
11.06.2418:35 Sociedade
TV BRICS e Moscou unirão forças para promover a imagem da capital russa como um centro internacional de indústrias criativas
China Cuba
20.05.24 18:00
Turismo

China e Cuba retomam conexão aérea direta

Os voos serão realizados duas vezes por semana

China e Cuba retomaram a conexão aérea direta com um voo operado pela companhia aérea estatal da China "AirChina", partindo duas vezes por semana. A retomada do voo, interrompido há alguns anos, é vista como uma oportunidade para intensificar o intercâmbio entre os dois países.

Elizabeth Vela, assessora de turismo cubano para a Ásia, destacou a preferência dos turistas chineses por experiências de contato com a natureza, segurança e a compra de produtos de alta demanda, segundo informa Prensa Latina, o parceiro da rede TV BRICS.

Ela ressaltou que o retorno deste voo é uma prova dos fortes laços e da amizade tradicional entre China e Cuba, oferecendo uma chance de aumentar a cooperação e a comunicação entre a China e toda a América Latina e Caribe.

A retomada dos voos diretos faz parte dos esforços de ambos os países para recuperar e expandir o setor turístico. O Primeiro-Ministro cubano, Manuel Marrero, em visita recente à China, destacou a meta de superar o número de turistas chineses registrados em Cuba, que foi de cerca de 50.000 em 2018. A isenção de visto para turistas chineses, recentemente anunciada por Cuba, é uma medida que se espera aumentar ainda mais os intercâmbios turísticos.

Jiang Shixue, professor da Escola de Relações Internacionais da Universidade de Estudos Internacionais de Sichuan, elogiou a decisão de Cuba, afirmando que ela promoverá os laços econômicos e comerciais e incentivará mais turistas chineses a visitar a ilha caribenha, conhecida por sua beleza natural e locais históricos. Ele sugeriu que outros países da América Latina poderiam seguir o exemplo de Cuba para fortalecer suas relações com a China.

Fotografia: iStock


Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais

MAIS SOBRE O TEMA

17.06.2416:30 Turismo
Arábia Saudita convida investidores para impulsionar o turismo no Reino
14.06.2413:20 Turismo
China amplia lista de zonas de turismo e recreação de nível nacional
07.06.2410:30 Turismo
Lula defende turismo ambiental e bioeconomia para preservação das florestas
28.05.2417:12 Turismo
Brasil e Arábia Saudita firmam acordo para concessão de vistos de visita
27.05.2415:15 Turismo
Niterói é oficialmente incluída no Mapa do Turismo Brasileiro
27.05.2413:15 Turismo
Irã propõe a introdução de um regime de isenção de vistos para os países membros da OCX
19.06.2418:30 Tecnologia
Esferas de desenvolvimento tecnológico na Arábia Saudita
12.06.2409:57 Sociedade
Dia da Rússia em 2024: história e significado
07.06.2419:00 Economia
Mônica Monteiro, Presidente do capítulo brasileiro do BRICS Women's Business Alliance: o BRICS e o WBA BRICS têm feito papel muito importante no avanço das mulheres
Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais