Taxa de câmbio:
RUB/BRL 0,0932
0,0006
RUB/INR 1,4092
0,01
RUB/CNY 0,1209
0,0009
RUB/ZAR 0,2893
0,0024
BRL/RUB 10,7503
0,0157
BRL/INR 15,1489
0,0221
BRL/CNY 1,2997
0,0017
BRL/ZAR 3,1086
0,002
INR/RUB 0,7096
0,0014
INR/CNY 0,0858
0,0001
INR/ZAR 0,2052
0,0002
INR/BRL 0,066
0,0001
ZAR/BRL 0,3219
0,0004
ZAR/RUB 3,4551
0,0039
ZAR/INR 4,8689
0,0056
ZAR/CNY 0,4177
0,0004
CNY/RUB 8,2715
0,0012
CNY/INR 11,656
0,0018
CNY/BRL 0,769
0,0014
CNY/ZAR 2,392
0,0014
Moscou 19 °C
Brasília 21 °C
Nova Deli 31 °C
Beijing 27 °C
Pretória 16 °C

07:20 Checklist

Checklist
07:20

Checklist

As baías de Sakhalin, as estepes infinitas de Elista, milhares de lagos de Altai e muito mais no pro...

16+

07:50 BRICS Inform

07:50

BRICS Inform

Reportagens ao vivo das coisas mais importantes, das exposições e estreias, das cimeiras, do transpo...

16+
Checklist

TV BRICS PROJECTOS

04.08.2217:52 Sociedade
TV BRICS irá estrear o programa "Vmeste-RF" na África do Sul
28.07.2210:16 Sociedade
TV BRICS lança emissões na televisão pública do Rio de Janeiro
25.07.2215:06 Sociedade
Universidade Federal Fluminense sedia encontro com editores da TV BRICS
Brasil
14.01.22 09:45
Sociedade

Lei que estimula a navegação entre portos nacionais é sancionada com vetos

Programa BR do Mar libera o uso de navios estrangeiros na navegação do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com vetos, a Lei 14.301/2022, que cria o Programa de Estímulo ao Transporte por Cabotagem (BR do Mar). Esse programa libera, de forma progressiva, o uso de navios estrangeiros na navegação de cabotagem do Brasil, sem a obrigação de contratar a construção de embarcações em estaleiros brasileiros.

A lei foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na última sexta-feira (7). Entre os itens vetados estão a recriação do Reporto (benefício tributário ao setor) e o limite mínimo para a quantidade de trabalhadores brasileiros nas embarcações. As informações são da Agência Senado.

A nova lei teve origem no PL 4.199/2020, projeto de autoria do próprio Executivo. O texto foi analisado e aprovado pelas duas Casas do Congresso Nacional — no Senado, o relator da matéria foi Nelsinho Trad (PSD-MS).

As empresas que se habilitarem ao BR do Mar perante o Ministério da Infraestrutura terão direitos e deveres. De acordo com o programa, as empresas poderão afretar uma embarcação a casco nu, ou seja, alugar um navio vazio para uso na navegação de cabotagem.

Depois de uma transição de quatro anos, o afretamento de navios estrangeiros será livre. Segundo o texto, após um ano da vigência da lei poderão ser dois navios; no segundo ano de vigência, três navios; e no terceiro ano da mudança, quatro navios. Daí em diante, a quantidade será livre, observadas condições de segurança definidas em regulamento.

O texto determina que as embarcações deverão navegar com a suspensão da bandeira de origem. A bandeira do país vincula diversas obrigações legais, desde comerciais, fiscais e tributárias até as trabalhistas e ambientais.

As empresas brasileiras de navegação também poderão operar com esses navios estrangeiros sem precisar contratar a construção de navios no Brasil ou ter frota própria.

O anúncio foi feito com referência ao diário TV CULTURA, o parceiro da rede TV BRICS.

Оцените материал

MORE ON THE TOPIC

06.08.2211:10 Sociedade
Congresso Nacional Africano promove a ideia de criar um novo banco estatal na África do Sul
05.08.2216:28 Sociedade
Marinha do Brasil resgatou 292 pessoas no mar em 2022
04.08.2217:52 Sociedade
TV BRICS irá estrear o programa "Vmeste-RF" na África do Sul
04.08.2211:26 Sociedade
Índia cria uma equipe para monitorar a situação da varíola no país
03.08.2217:30 Sociedade
Comércio entre China e a ASEAN atinge 2,95 trilhões de yuans
03.08.2211:13 Sociedade
Cidade brasileira assina Memorando de Entendimento com distrito da China