Taxa de câmbio:

Tempo:

Messi ganha sexta Bola de Ouro e Alisson fica com troféu de melhor goleiro do mundo

Messi ganha sexta Bola de Ouro e Alisson fica com troféu de melhor goleiro do mundo

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (2) à noite em Paris, durante a cerimônia de entrega do prêmio Bola de Ouro 2019, da revista francesa France Football, que concede a recompensa de melhor goleiro pela primeira vez.

“Quem mais poderia ser?”, escreve a revista France Football, ao anunciar a vitória do gaúcho Alisson Becker. “Perfeito em sua atuação em 2019, Alisson Becker foi logicamente eleito o melhor goleiro.” Criado neste ano, o título homenageia Lev Yachine, o único goleiro a vencer o prêmio, em 1963. O júri é o mesmo que escolhe os vencedores nas outras categorias.

Vencedor da Liga dos Campeões e da Copa América, o goleiro do Liverpool “teve uma influência incontestável nas diferentes vitórias do time do técnico Jürgen Klopp”, diz a France Football em seu comunicado. A revista conta rapidamente a trajetória do brasileiro, comprado em Roma pour mais de € 60 milhões em julho de 2018. Alisson teve uma rápida progressão e “rapidamente se tornou um dos melhores do planeta em sua posição. Seu desafio agora, lembra a revista, é “permanecer bastante tempo no mesmo nível”, para, quem sabe, levar novamente o prêmio no ano que vem, informa o repórter de tvbrics.com com referência à RFI.

Na categoria masculina, sem surpresas, Lionel Messi, do Barça, venceu o título pela sexta vez consecutiva – a última foi em 2015. Em 2018, o atacante ficou em quinto lugar. Neste ano, com o feito, ele ultrapassa o português Cristiano Ronaldo, que ganhou cinco vezes o troféu e chegou na terceira posição neste ano. Melhor goleador europeu em 2019, ressalta a France Football, Messi elevou sua técnica a um nível “extraterrestre”, para entrar para a história como o único jogador a vencer seis vezes o prêmio. "Gostaria de agradecer todos os jornalistas que votaram para mim, e claro, meus companheiros de equipe. Tenho muita sorte, sou abençoado e adoro jogar futebol. Um dia vou me aposentar, mas ainda tenho belos anos pela frente”, declarou.

Entre as mulheres, Megan Rapinoe, campeã do mundo pela equipe dos Estados Unidos, levou o prêmio neste ano. “Megan Rapinoe encarna um futebol feminino que se emancipa e tem visibilidade. “Atacante do Reign FC, clube situado no Estado de Washington, Rapinoe se confirma como uma lenda do futebol feminino, levando o Bola de Ouro”, escreve a France Footbal em seu anúncio.

Mais sobre o tema
Cristiano Ronaldo eleito melhor jogador do campeonato italiano
Brasil é eliminado da Copa do Mundo de Beach Soccer pela Rússia
Torcedores fazem fila na sede do Flamengo para tatuar o troféu da Taça Libertadores
Depois da Libertadores, Flamengo de Jesus é campeão do Brasil
1000º gol de Pelé completa 50 anos
Brasil bate o México e conquista Mundial Sub-17 pela 4ª vez
Mais