Taxa de câmbio:
RUB/BRL 0,063
0,0000
INR/BRL 0,6626
0,0000
ZAR/BRL 3,0203
0,0000
CNY/BRL 0,7577
0,0000
EGP/BRL 1,1486
0,0000
AED/BRL 1,5091
0,0000
USD/BRL 5,5423
0,0000
Tempo:
Moscou 19 °C
Brasília 12 °C
Nova Délhi 32 °C
Beijing 34 °C
Pretória 13 °C
Cairo 30 °C
Teerã 32 °C
Abu Dabi 33 °C
Menu
19 °C
Moscou
12 °C
Brasília
12 °C
Nova Délhi
34 °C
Beijing
13 °C
Pretória
30 °C
Cairo
32 °C
Teerã
33 °C
Abu Dabi
RUB/BRL
0,063
0,0000
INR/BRL
0,6626
0,0000
ZAR/BRL
3,0203
0,0000
CNY/BRL
0,7577
0,0000
EGP/BRL
1,1486
0,0000
AED/BRL
1,5091
0,0000
USD/BRL
5,5423
0,0000
TV BRICS Apps
Principal
Notícias
Vídeos
Menu
18.07.2411:45 Sociedade
Projetos da TV BRICS serão transmitidos na mídia dos Bálcãs
11.07.2415:15 Sociedade
Maior conglomerado de mídia da Etiópia junta-se à rede de parceiros da TV BRICS
09.07.2418:30 Cultura
Filme "Dostoiévski Intercontinental", da TV BRICS, recebeu diploma do Festival Internacional de Cinema "Literatura e Cinema"
Brasil China
11.06.24 13:30
Economia

Vice-Presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, apresentou os resultados de sua visita à China

Alckmin falou sobre a importância do comércio e da cooperação bilateral entre os países


O vice-Presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, apresentou os resultados de sua visita à China, destacando a força das relações comerciais entre os dois países: o volume do comércio bilateral cresceu 17 vezes nos últimos 20 anos. O político chamou a atenção para o fato de que, na prática, o aumento desse indicador representa a criação de novos postos de trabalho e o aumento da renda dos brasileiros. É o que informa o Brasil 247, parceiro da rede TV BRICS.

Nesta semana, Alckmin liderou uma delegação à 7ª Sessão Plenária da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (COSBAN). Durante sua visita à República Popular da China, o vice-Presidente afirmou que o Brasil convida mais empresas chinesas a investirem no país sul-americano.

Os dois lados concordaram em fortalecer seus laços em áreas tradicionais de cooperação, expandir a colaboração em economia verde e seguir a implementação da “Iniciativa do Cinturão e Rota”, também conhecida como “Nova Rota da Seda”.

“Foi recentemente aprovado o projeto de um corredor bioceânico do Brasil ao Peru, onde a China está construindo um porto”, disse Alckmin.

A República Popular da China importa produtos brasileiros como soja, óleo, carne e açúcar. O número de frigoríficos no Brasil que enviam seus produtos para o país asiático deve aumentar para 53 estabelecimentos.

Fotografia: iStock
Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais

MAIS SOBRE O TEMA

21.07.2412:00 Economia
Índia e Malásia intensificam colaboração agrícola e tecnológica
21.07.2410:30 Economia
Egito e Emirados Árabes Unidos estreitam laços na área de investimentos agrícolas
20.07.2410:30 Economia
Governo do Brasil vai investir R$ 120 bilhões no setor de alimentos até 2026
19.07.2411:45 Economia
FMI estima crescimento acima de 3% na economia do Irã
19.07.2410:30 Economia
Investimento dos Emirados em startups de energia ultrapassa R$ 160 milhões
18.07.2410:30 Economia
Arábia Saudita lança projetos agrícolas para cultivo de frutas, flores e café
Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais