Taxa de câmbio:
RUB/BRL 0,0932
0,0006
RUB/INR 1,4092
0,01
RUB/CNY 0,1209
0,0009
RUB/ZAR 0,2893
0,0024
BRL/RUB 10,7503
0,0157
BRL/INR 15,1489
0,0221
BRL/CNY 1,2997
0,0017
BRL/ZAR 3,1086
0,002
INR/RUB 0,7096
0,0014
INR/CNY 0,0858
0,0001
INR/ZAR 0,2052
0,0002
INR/BRL 0,066
0,0001
ZAR/BRL 0,3219
0,0004
ZAR/RUB 3,4551
0,0039
ZAR/INR 4,8689
0,0056
ZAR/CNY 0,4177
0,0004
CNY/RUB 8,2715
0,0012
CNY/INR 11,656
0,0018
CNY/BRL 0,769
0,0014
CNY/ZAR 2,392
0,0014
Moscou -10 °C
Brasília 18 °C
Nova Deli 17 °C
Beijing 4 °C
Pretória 21 °C

01:00 O idioma da dança

O idioma da dança
01:00

O idioma da dança

A dança é um idioma que se entende sem tradução. Em cada episódio, Alexandr Kononov visita coreógraf...

16+

01:25 BRICS Inform

01:25

BRICS Inform

Reportagens nos locais dos acontecimentos, feiras e estreias, reuniões de alto nível. Matérias inter...

16+
O idioma da dança
01.12.2210:21 Sociedade
TV BRICS foi apresentada aos participantes do programa de estágio "InteRussia"
28.11.2216:21 Cultura
Primeiro filme da TV BRICS "Dostoievski Intercontinental" venceu o festival de cinema na África do Sul
26.11.2212:47 Sociedade
TV BRICS compartilha experiência de distribuição internacional de programas de viagens em fórum do BRICS+
 África do Sul
11.11.22 12:22
Personalidades

Presidente sul-africano discursa na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas

Ramaphosa disse que a África precisará de apoio financeiro para transição para energia limpa

Na terça-feira, 8 de novembro, o presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, discursou na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27). As informações são da Pretoria News, parceira da rede TV BRICS.

O chefe de Estado enfatizou que a África precisará de um grande fluxo de financiamento e apoio tecnológico dos países mais desenvolvidos para resolver os problemas relacionados às mudanças climáticas.

"Isso coloca uma responsabilidade maior nas economias desenvolvidas para honrar seus compromissos com os países que mais precisam e que enfrentam os impactos ambientais, sociais e econômicos mais severos das mudanças climáticas”, disse Ramaphosa.

De acordo com o presidente, os bancos multilaterais de desenvolvimento precisam ser reformados para atender às necessidades das economias em desenvolvimento na luta contra as mudanças climáticas. Ele disse ainda que, atualmente, o apoio abrangente está fora do alcance da maioria da população mundial devido a políticas de crédito avessas ao risco e onerosas.

"Precisamos de um roteiro claro para cumprir a decisão de Glasgow de dobrar o financiamento até 2025", comentou o líder sul-africano.

"Como país, somos guiados pelo Conceito de Transição Justa e pelo Plano de Investimento, os quais definem a vasta escala e natureza do investimento necessário para atingir nossas metas de descarbonização nos próximos cinco anos. Já estamos aumentando o investimento em energia renovável e estamos a caminho de aposentar várias de nossas antigas usinas a carvão até o final de 2030", disse ele.

Vale lembrar que na COP 26, realizada em Glasgow, no ano passado, vários países ofereceram apoio financeiro à África do Sul para a transição para fontes renováveis de energia.

Fotografia: flickr.com

Оцените материал

MORE ON THE TOPIC

05.12.2211:55 Personalidades
Presidente russo participará da cerimônia de premiação #WeAreTogether
30.11.2214:25 Personalidades
Vice-primeiro-ministro chinês apresenta propostas para aprofundar cooperação energética China-Rússia
30.11.2212:32 Personalidades
Ex-presidente chinês Jiang Zemin morre aos 96 anos
25.11.2217:17 Personalidades
Lavrov considera o BRICS a personificação da sinergia de culturas e civilizações
22.11.2210:27 Personalidades
Premiê cambojano reúne-se com ministro chinês de Defesa
21.11.2211:57 Personalidades
Xi Jinping pede comércio livre e aberto na Reunião de Líderes Econômicos da APEC
1 из
29.11.2218:18 Turismo
Nordeste da Índia, uma região única e inexplorada do país
22.11.2218:16 Sociedade
China continuará fortalecendo sua parceria estratégica com a África do Sul
17.11.2218:13 Sociedade
Especialista conta em quanto tempo novos países entrarão para BRICS