Taxa de câmbio:

Tempo:

TV Cultura do Pará assina acordo com a TV Brics, da Rússia

TV Cultura do Pará assina acordo com a TV Brics, da Rússia

A TV Cultura do Pará assinou hoje um termo de parceria com TV Brics, da Rússia. Nesse primeiro momento, 39 conteúdos produzidos pela Cultura, entre eles 26 episódios do Cozinha Amazônia e 13 documentários de diferentes assuntos, foram disponibilizados a serem transmitidos por eles. A partir dessa assinatura, será possível o estreitamento de laços que vai proporcionar um grande intercâmbio cultural entre os dois países.

A construção desses laços começou em março deste ano. Os seis meses de negociações foram importantes porque, além da existência do protocolo regulamentar russo, nós temos os processos regulamentares a serem observados por sermos uma emissora pública e educativa. A intenção é trazer, em breve, programas produzidos pela TV Brics para serem exibidos por nós, fazendo o inverso a esse momento.

_mg_9735.jpg

Para o presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento, é apenas uma questão de tempo agora para a parceria se fortalecer. “Eu acho que como temos de tripé na nossa programação a cultura, o esporte e a educação, temos muito o que compartilhar em termos de conteúdo: levar o que produzimos aqui e trazer o que é produzido lá”, completa.

“Creio que é um dia histórico na construção de pontes de amizade entre o Brasil e a Rússia. A gente crê que dará frutos muito positivos para a aproximação dos povos. Tem muita coisa legal no Brasil, especificamente na Região Norte, no Pará, que sem dúvida nenhuma representa grande interesse e curiosidade dos russos, e cremos também que será interessante trazer coisas da Rússia para cá. A partir da assinatura desse termo, será possível deslanchar esse nosso diálogo e intercâmbio de conteúdos”, afirma Pavel Grass, representante da TV Brics no Brasil.


Mais sobre o tema
Delícia que veio da Rússia, tem muitas variações no Brasil
Bióloga brasileira que salvou Arara Azul da extinção concorre a prêmio
São Paulo recebe exposição Heranças de um Brasil Profundo
Cinco coisas para saber sobre o Fórum Econômico Mundial de Davos
Obras no Sambódromo do Rio só ficam prontas na primeira semana de fevereiro
Cachaça brasileira ganha espaço e é produto de empreendedorismo na França
Mais
TV Cultura do Pará assina acordo com a TV Brics, da Rússia

A TV Cultura do Pará assinou hoje um termo de parceria com TV Brics, da Rússia. Nesse primeiro momento, 39 conteúdos produzidos pela Cultura, entre eles 26 episódios do Cozinha Amazônia e 13 documentários de diferentes assuntos, foram disponibilizados a serem transmitidos por eles. A partir dessa assinatura, será possível o estreitamento de laços que vai proporcionar um grande intercâmbio cultural entre os dois países.

A construção desses laços começou em março deste ano. Os seis meses de negociações foram importantes porque, além da existência do protocolo regulamentar russo, nós temos os processos regulamentares a serem observados por sermos uma emissora pública e educativa. A intenção é trazer, em breve, programas produzidos pela TV Brics para serem exibidos por nós, fazendo o inverso a esse momento.

_mg_9735.jpg

Para o presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento, é apenas uma questão de tempo agora para a parceria se fortalecer. “Eu acho que como temos de tripé na nossa programação a cultura, o esporte e a educação, temos muito o que compartilhar em termos de conteúdo: levar o que produzimos aqui e trazer o que é produzido lá”, completa.

“Creio que é um dia histórico na construção de pontes de amizade entre o Brasil e a Rússia. A gente crê que dará frutos muito positivos para a aproximação dos povos. Tem muita coisa legal no Brasil, especificamente na Região Norte, no Pará, que sem dúvida nenhuma representa grande interesse e curiosidade dos russos, e cremos também que será interessante trazer coisas da Rússia para cá. A partir da assinatura desse termo, será possível deslanchar esse nosso diálogo e intercâmbio de conteúdos”, afirma Pavel Grass, representante da TV Brics no Brasil.


Mais sobre o tema
Delícia que veio da Rússia, tem muitas variações no Brasil
Bióloga brasileira que salvou Arara Azul da extinção concorre a prêmio
São Paulo recebe exposição Heranças de um Brasil Profundo
Cinco coisas para saber sobre o Fórum Econômico Mundial de Davos
Obras no Sambódromo do Rio só ficam prontas na primeira semana de fevereiro
Cachaça brasileira ganha espaço e é produto de empreendedorismo na França
Mais