Taxa de câmbio:

Tempo:

Brasil quer chegar a marca de 600 mil turistas chineses por ano

Brasil quer chegar a marca de 600 mil turistas chineses por ano

Brasil recebe cerca de 65 mil de um total de 135 milhões chineses que viajam pelo mundo.

Em agenda na China para o Fórum Global de Economia do Turismo (GTEF, sigla em inglês), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu com um grupo de investidores com o intuito de debater o aumento exponencial do número de turistas chineses ao Brasil nos próximos anos. O objetivo é chegar a 600 mil visitantes. Hoje, o país recebe cerca de 65 mil de um total de 135 milhões chineses que viajam pelo mundo.

Para alcançar esse objetivo, a facilitação de vistos para a China e melhorias no receptivo dos turistas estrangeiros aos destinos brasileiros, como o acesso à internet – principalmente na região Norte – e a conectividade dos transportes foram apontadas como algumas medidas necessárias durante o encontro. A segurança ao turista internacional, a infraestrutura local e o acesso ampliado aos parques naturais também foram abordados como pontos fundamentais para aumentar a atração de investimentos e o número de estrangeiros no país, informa o repórter de tvbrics.com com referência a Portal Brasileiro do Turismo.

Álvaro Antônio reiterou os avanços conquistados nos últimos meses com a Lei que abriu o capital e a isenção de vistos. “Um mês após a isenção, os gastos dos turistas aumentaram em 43%. Foram US$ a mais injetados no país em julho. O número de turistas também cresceu. Só no Canadá e nos Estados Unidos tivemos cerca de 27% e 25%, respectivamente, a mais de entradas de turistas no período de 17 de junho a 31 de agosto”, afirmou.

A importância da promoção e divulgação dos tipos de turismo que cada destino pode oferecer, como ecoturismo, negócios, de saúde, religioso e esporte, por exemplo, foi ressaltada pelos empresários.


Mais sobre o tema
Sítio com pinturas rupestres ganha estrutura para visitação turística em Sobral
Hong Kong foi a cidade mais visitada do mundo em 2019; Rio deixa de ser uma das 100 primeiras
Turistas jogam R$ 14 mil em moedas nas Cataratas do Iguaçu e causam risco ambiental ao parque
Sucuri de 5 metros é flagrada em rio após engolir uma capivara inteira
Florianópolis disputa prêmio de cidade mais admirada do mundo
Palmeiras plantadas na década de 1960 no Rio dão flores pela primeira vez
Mais
Brasil quer chegar a marca de 600 mil turistas chineses por ano

Brasil recebe cerca de 65 mil de um total de 135 milhões chineses que viajam pelo mundo.

Em agenda na China para o Fórum Global de Economia do Turismo (GTEF, sigla em inglês), o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, se reuniu com um grupo de investidores com o intuito de debater o aumento exponencial do número de turistas chineses ao Brasil nos próximos anos. O objetivo é chegar a 600 mil visitantes. Hoje, o país recebe cerca de 65 mil de um total de 135 milhões chineses que viajam pelo mundo.

Para alcançar esse objetivo, a facilitação de vistos para a China e melhorias no receptivo dos turistas estrangeiros aos destinos brasileiros, como o acesso à internet – principalmente na região Norte – e a conectividade dos transportes foram apontadas como algumas medidas necessárias durante o encontro. A segurança ao turista internacional, a infraestrutura local e o acesso ampliado aos parques naturais também foram abordados como pontos fundamentais para aumentar a atração de investimentos e o número de estrangeiros no país, informa o repórter de tvbrics.com com referência a Portal Brasileiro do Turismo.

Álvaro Antônio reiterou os avanços conquistados nos últimos meses com a Lei que abriu o capital e a isenção de vistos. “Um mês após a isenção, os gastos dos turistas aumentaram em 43%. Foram US$ a mais injetados no país em julho. O número de turistas também cresceu. Só no Canadá e nos Estados Unidos tivemos cerca de 27% e 25%, respectivamente, a mais de entradas de turistas no período de 17 de junho a 31 de agosto”, afirmou.

A importância da promoção e divulgação dos tipos de turismo que cada destino pode oferecer, como ecoturismo, negócios, de saúde, religioso e esporte, por exemplo, foi ressaltada pelos empresários.


Mais sobre o tema
Sítio com pinturas rupestres ganha estrutura para visitação turística em Sobral
Hong Kong foi a cidade mais visitada do mundo em 2019; Rio deixa de ser uma das 100 primeiras
Turistas jogam R$ 14 mil em moedas nas Cataratas do Iguaçu e causam risco ambiental ao parque
Sucuri de 5 metros é flagrada em rio após engolir uma capivara inteira
Florianópolis disputa prêmio de cidade mais admirada do mundo
Palmeiras plantadas na década de 1960 no Rio dão flores pela primeira vez
Mais