Taxa de câmbio:

Tempo:

Final da Libertadores sai de Santiago e será em Lima no dia 23 de novembro

Final da Libertadores sai de Santiago e será em Lima no dia 23 de novembro

A final da Copa Libertadores de 2019, entre Flamengo e River Plate, será no Estadio Monumental de Lima, no Peru, no dia 23 de novembro às 17h (de Brasília). A decisão foi tomada nesta terça-feira, numa reunião organizada pela Conmebol que durou cerca de cinco horas, da qual participaram os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e do River Plate, Rodolfo D'Onofrio. Também estavam no encontro os presidentes da CBF, Rogério Caboclo, e da AFA, Claudio Tapia, informa o repórter de tvbrics.com com referência a globoesporte.

A capacidade para 80 mil pessoas do Estadio Monumental pesou na escolha. A diferença do horário é de apenas 30 minutos mais cedo se comparado com o que estava definido para Santiago, o que a Conmebol vê como benéfico já que seria um horário interessante para passar na Europa.

O jogo estava inicialmente previsto para o Estádio Nacional, em Santiago, onde cabem 50 mil pessoas. Mas os protestos que abalam o Chile há mais de três semanas tornaram impossível a manutenção do plano original.

Em conjunto, a confederação continental e os clubes não quiseram correr os riscos de manter o jogo na capital chilena – e nem expor torcedores e patrocinadores a situações de perigo.

Também pesou o fato de o futebol chileno estar paralisado há mais de três semanas, quando começaram os protestos. Na véspera da reunião na Conmebol, o prefeito de Santiago, Felipe Guevara, declarou que não faria sentido organizar uma partida internacional antes da retomada do futebol local.


Mais sobre o tema
Prêmio Laureus: Hamilton e Messi dividem troféu, e Simone Biles vence entre as mulheres
Dupla brasileira vence Pré-Olímpico de vela e garante vaga em Tóquio 2020
Brasil perde para a Austrália e está fora da Olimpíada, o que não acontecia desde 1992
Gabigol permanece no Flamengo com contrato até 2024
Barcelona é o clube que mais gasta com salários, cerca de R$ 2,4 bilhões ao ano
Benfica confirma entrada nos eSports com contratação do brasileiro Zezinho no FIFA 20
Mais