Taxa de câmbio:
RUB/BRL 0,0606
0,0000
INR/BRL 0,646
0,0000
ZAR/BRL 2,9372
0,0000
CNY/BRL 0,737
0,0000
EGP/BRL 1,1313
0,0000
AED/BRL 1,4696
0,0000
USD/BRL 5,3971
0,0000
Tempo:
Moscou 24 °C
Brasília 14 °C
Nova Délhi 37 °C
Beijing 34 °C
Pretória 11 °C
Cairo 28 °C
Teerã 31 °C
Abu Dabi 33 °C
Menu
24 °C
Moscou
14 °C
Brasília
14 °C
Nova Délhi
34 °C
Beijing
11 °C
Pretória
28 °C
Cairo
31 °C
Teerã
33 °C
Abu Dabi
RUB/BRL
0,0606
0,0000
INR/BRL
0,646
0,0000
ZAR/BRL
2,9372
0,0000
CNY/BRL
0,737
0,0000
EGP/BRL
1,1313
0,0000
AED/BRL
1,4696
0,0000
USD/BRL
5,3971
0,0000
TV BRICS Apps
Principal
Notícias
Vídeos
Menu
11.06.2418:35 Sociedade
TV BRICS e Moscou unirão forças para promover a imagem da capital russa como um centro internacional de indústrias criativas
11.06.2412:00 Sociedade
A TV9, maior rede de televisão da Índia, e a TV BRICS promoverão conjuntamente a agenda unificada do BRICS
07.06.2412:20 Esporte
Rede de mídia TV BRICS e a Liga dos Heróis uniram forças para desenvolver esportes de massa na Rússia e nos países do BRICS
China África do Sul
27.03.23 14:05
Economia

África busca a prosperidade compartilhada

A iniciativa proposta pela China para o continente africano é a chave para o sucesso no desenvolvimento

Os acadêmicos africanos deram as boas-vindas à iniciativa de desenvolvimento global proposta pela China, dizendo que ela ajudará os países da África e do mundo inteiro a trabalharem juntos para resolver problemas globais enquanto alcançam o desenvolvimento sustentável, segundo informa China Daily, o parceiro da rede TV BRICS.

O Presidente chinês, Xi Jinping, propôs a iniciativa enquanto se dirigia à 76ª sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas em setembro de 2021, apelando para melhorar o processo de desenvolvimento global e ajudar a ONU a alcançar sua Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030.

A Iniciativa apoia os países, especialmente os países em desenvolvimento, a responder efetivamente ao impacto da pandemia da COVID-19 com foco em um desenvolvimento global mais verde e mais saudável.

Vuyo Gxekwa, pesquisador da Universidade de Tecnologia de Durban, na África do Sul, disse que os países africanos se beneficiariam da iniciativa, especialmente porque a China se comprometeu a gastar bilhões de dólares para ajudar os países menos desenvolvidos a lidar com a pandemia.

Outra área na qual os acadêmicos acreditam que a África se beneficiou da visão de prosperidade compartilhada da China é a implementação da Iniciativa de Cinturão e Rota e o desenvolvimento de infraestrutura relacionada em todo o continente.

Durante a 7ª conferência da Rede Global de Pesquisa - Iniciativa de Cinturão e Rota 2023, realizada na Universidade de Nairóbi, no Quênia, em fevereiro, oradores conclamaram as agências governamentais africanas a trabalhar com universidades nacionais e internacionais para promover o programa de Cinturão e Rota a fim de alavancar a base de conhecimento existente e melhorar a sustentabilidade financeira.

Stephen Kiama, Reitor da Universidade de Nairóbi, disse que a Iniciativa de Cinturão e Rota foi uma enorme oportunidade para a África e um impulso significativo para o desenvolvimento da infraestrutura. Ele sugeriu que os governos africanos deveriam levar em conta as descobertas de vários cientistas ao fazer recomendações padronizadas para ajudar o continente a maximizar os benefícios da Iniciativa de Cinturão e Rota.

Gxekwa disse que, além do desenvolvimento de infraestrutura, a China também estava procurando promover a cooperação com a África sob a Iniciativa de Desenvolvimento Global em áreas como tecnologia e inovação, mudança climática, resolução de conflitos e segurança.

Além disso, os países em desenvolvimento e o mundo em geral se beneficiariam da oferta da China para ajudar os países menos desenvolvidos através da Iniciativa de Cinturão e Rota no desenvolvimento de energia limpa, disse Gxekwa.

"A China atribui grande importância a ajudar os países africanos a lidar com os impactos das mudanças climáticas e melhorar sua capacidade de adaptação. A China se comprometeu a implementar dez projetos de desenvolvimento verde, proteção ambiental e mudança climática para a África, apoiar o desenvolvimento da Grande Muralha Verde e estabelecer centros de excelência no continente para o desenvolvimento de baixo carbono e adaptação à mudança climática", acrescentou ele.

De acordo com Gxekwa, a iniciativa também fornece respostas claras às perguntas da época, como a de alcançar a segurança comum para os países africanos.

Fotografia: istockphoto.com


Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais

MAIS SOBRE O TEMA

15.06.2414:00 Economia
Lula da Silva afirmou seu objetivo de tornar o Brasil a sexta maior economia do mundo
14.06.2418:30 Economia
Centro criado por autoridades sauditas começa a emitir licenças para projetos de desenvolvimento sustentável
13.06.2411:00 Economia
Destinam cerca de um bilhão de dólares em 10 anos ao apoio de PMEs no Egito
11.06.2413:30 Economia
O vice-Presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, apresentou os resultados de sua visita à China
09.06.2417:00 Economia
África desenvolve um mercado de serviços de BPO mais atraente
09.06.2410:30 Economia
Governo da Índia alocará recursos para o desenvolvimento do porto iraniano de Chabahar
1 из
12.06.2409:57 Sociedade
Dia da Rússia em 2024: história e significado
07.06.2419:00 Economia
Mônica Monteiro, Presidente do capítulo brasileiro do BRICS Women's Business Alliance: o BRICS e o WBA BRICS têm feito papel muito importante no avanço das mulheres
05.06.2413:15 Economia
Alexey Valkov, diretor do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo: O SPIEF é um evento global atualmente
Curto
e direto ao ponto
Uma vez por semana, cobriremos as notícias dos países do BRICS
Ao clicar no botão "Assinar", você concorda com o processamento de dados pessoais