Taxa de câmbio:

Tempo:

AO VIVO

18:25 Agora no ar Estrelas do cinema russo cozinham pratos da culinária chinesa

Ver online
Estrelas do cinema russo cozinham pratos da culinária chinesa

18:25

Agora

Estrelas do cinema russo cozinham pratos da culinária chinesa

Toda China - num prato.  Os convidados deste programa apetitoso são músicos, atletas e ato...

Ver online
16+

18:40 A seguir no ar BRICS Inform

BRICS Inform

18:40

A seguir

BRICS Inform

Reportagens ao vivo das coisas mais importantes, das exposições e estreias, das cimeiras, do transpo...

16+
Китай
07 de outubro de 2021 15:11

Oxford Economics corta projeção para PIB da China no 4º trimestre e em 2022

Oxford Economics corta projeção para PIB da China no 4º trimestre e em 2022

A Oxford Economics reduziu sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) da China no quarto trimestre deste ano, de 5% para 3,6%, na comparação anual, e para o ano de 2022, de 5,8% para 5,4%. O corte foi feito com base na previsão de que as dificuldades da Evergrande devem intensificar a desaceleração no setor imobiliário chinês, enquanto a cautela pela covid-19, a falta de eletricidade e cortes de produção pesam sobre a atividade do país, dizem os analistas. O anúncio foi feito pelo diário 6minutos.

A nova projeção se dá apesar da expectativa de Oxford de que uma mudança nas políticas econômicas da China ocorra no próximo trimestre para apoiar o crescimento.

Para a consultoria, as tentativas rígidas de governadores locais para atender às metas climáticas de curto prazo em meio à piora do crescimento econômico apontam para problemas de coordenação política. A expectativa é que legisladores experientes interfiram e, como resultado, problemas com a eletricidade e cortes de produção diminuam nos próximos meses.

Ainda assim, mesmo com um alívio na pressão causada pelos problemas de oferta, o crescimento do PIB deve ser reduzido no próximo trimestre, por conta do setor imobiliário. Em resposta, a Oxford espera que legisladores ajam para fortalecer o crescimento, inclusive garantindo liquidez suficiente no mercado interbancário, acelerando o desenvolvimento de infraestrutura e relaxando algumas medidas ligadas aos setores imobiliário e de crédito. “Essa política de flexibilização atenua a nossa revisão para baixo para 2022”, dizem analistas. 



Mais sobre o tema
Os preços da gasolina na África do Sul aumentarão se os pedágios forem abolidos
China e Rússia co-presidem sessão de comitê para reuniões entre chefes de governo
As autoridades de Delhi podem reduzir o IVA sobre os preços dos combustíveis
O rande sul-africano reforça a sua posição
Os preços da gasolina na Índia permanecem inalterados pelo 25º dia
Ações da China recuam com preocupações sobre variante ômicron do coronavírus
Mais